frases do lucas

Posted on 19 de janeiro de 2012

8


Eu tenho que registrar essas coisas, eu tenho que registrar essas coisas, eu tenho que registrar essas coisas. Repito isso há um ano e meio, desde que o Lucas liberou a matraca (e como a fala!) Mas nunca registro nada. Vou tentar fazer isso aqui mesmo. E conto com a soliedariedade d@s amig@s ti@s corujas pra escreverem o que eu já esqueci…

As mais recentes, com três anos:

“Mãe, por que a cabeça da gente fica assim e não cai assim?” , encostando a cabeça no ombro

***

– Eu não tô entendendo nada dessa conversa.

– É que é conversa de adulto, respondem mamãe e tia Nini na pausa da conversa sobre a Cracolândia.

– Mas eu tô vendo um filme e vocês estão me atrapalhando.

– Desculpa, a gente vai ali do lado, na mesa, então.

– É brincadeira… Pode sentar perto de mim e conversar!

***

– Mãe, o que é morte?

– Sabe quando o peixe está vivo no mar? E sabe o peixe morto que você viu na Estação Ciência? Morte é quando um ser vivo para de viver ( a mãe é MUITO boa em respostas ruins!)

– Tudo que é vivo morre?

– Sim, tudo que é vivo morre.

– Todo mundo morre?

– Sim, todo mundo morre.

– Eu vou morrer?

– Vai. Vai demorar MUUUUUITO tempo. Você vai ficar bem velhinho primeiro.

– Mas eu não quero ficar velhinho (com cara de que não está legal).

– Eu conheço um menino que nunca ficou velho (a mãe tenta arrumar). O Peter Pan ficou criança pra sempre!

(cara de desconfiança)

– Eu também conheço dois meninos Peter Pan: o papai e o Pedro (Markun)! Eles também nunca cresceram!

(hihihihihihi)

***

No Parque da Água Branca, caminhada da mamãe e da tia Dani:

– Quero pipoca!

– Lembra dos nossos combinados? Que a gente não ia comprar nada, ia dar oi e tchau pras pessoas e só ia brincar no parquinho depois que a mamãe a a tia Dani andassem bastaaaaaaante?

– Lembro! Por que o sol existe?

***

Mais novinho, com pouco mais de dois anos e meio:

– Lucas, a gente está chegando na casa da tia Mone e você vai falar oi pra todo mundo, não vai?

(silêncio….)

– Mamãe, não vai dar pra falar oi.

– Por quê?

– Porque quando eu chegar lá vou ser um leão e leão não fala!

Anúncios
Posted in: maternices