Mudei daqui!

fevereiro 19, 2014

0

Quatro anos e dezesseis postagens depois, abandonei a “casa de ferreiro, espeto de pau” e  ajeitei o http://biancasantana.info. Obrigada rodAda hacker, por eu ter conseguido sozinha❤

Posted in: Sem categoria

Despertar

dezembro 31, 2013

4

Terra, que convida tuas filhas, as de rosa e as de lilás, para o sim de acolhimento, de entrega, aceitação, que rompe com a violência, o patriarcado, a opressão. É tempo de beleza e cuidado. Da política feminina: flexível, criativa, apaixonada, dita ingênua; astuta. De mãos dadas e peito sereno, que celebrem e se ajudem, […]

Posted in: verborragia

A quem interessa o outubro rosa?

outubro 4, 2013

6

Encontrei um nódulo na mama direita aos 17 anos de idade. Fiz o autoexame no banho porque tinha ouvido muitas vezes como essa prática era importante e quase morri de susto quando encontrei uma bolinha. Enrolada na toalha, sai pela casa procurando minha mãe pra perguntar se era mesmo um caroço. Ela também se assustou […]

Marcado:
Posted in: feminismo, verborragia

Quando pari a Cecília ou relato de parto induzido por pré-eclâmpsia

junho 12, 2013

2

Nove meses depois, ainda não me sinto preparada emocionalmente para escrever esse relato. Mas preciso fechar um ciclo. Ao entregar esse depoimento para o commons e compartilhá-lo na lista Materna, cumpro meu combinado com essa rede de mulheres, que tanto me ajudaram, e posso me despedir. O chamado parto natural humanizado, a defesa e o […]

Posted in: maternices

eu-webdesigner ou obrigada rodAda hacker

junho 8, 2013

5

Sou mulher, da área de humanas, e perdi a conta de quantas vezes pedi a ajuda de um homem para subir um blog (você contou, Pedro Markun?) Semana passada, eu e a Marcella Chartier decidimos criar uma página para publicar histórias das pessoas que tiveram suas casas alagadas por Sobradinho, apuradas há alguns anos. Quando […]

O racismo nosso de cada dia escancarado no meu cabelo

janeiro 24, 2013

30

Solto e acho bonito. Volto ao espelho e coloco uma faixa. Um pouco mais de tempo e recorro aos grampinhos. “Esse jeito de prender tem uma coisa de negritude, mas é mais preso”, falei na terapia. Na mesma semana, a Maternidade Santa Joana publica um texto RACISTA sob o título “Minha filha tem o cabelo […]

Posso sobreviver ao pós-parto?

outubro 21, 2012

4

Se você não é mãe, ou já esqueceu dessa fase, acredite: o pós-parto é muito difícil! O corpo, a cabeça e o espírito precisam se recuperar de um longo período de mudanças bruscas que ocorreram na gestação e de um parto muitas vezes violento. Isso, enquanto você tem um recém-nascido pra amamentar, cuidar, trocar, banhar, […]

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.